A “epidemia” dos blogs de moda


Não é novidade pra ninguém, que uma das coisas que mais crescem na WEB, são blogs e sites que falam sobre moda/beleza. Todo momento aparece alguém escrevendo e postando imagens com essa temática. Uma boa parte deles (inclusive o desta que vos escreve) traz looks em postagens nomeadas como “look do dia” ou algo parecido.Ok, parece que estou “chovendo no molhado” né? Mas não é bem sobre isso que quero falar... Meu post de hoje é o que eu penso desse assunto.

Dia desses, eu li umas postagens que tratavam exatamente disso. Ler eles, só enfatizou ainda mais o que sinto em relação a isso tudo. Fico triste ao perceber que boa parte dessas pessoas que andam escrevendo por aí, "mal" sabem do que falam.Ficou fácil falar e escrever sobre moda hoje. Há um tempo, não era qualquer um que tinha coluna em site, jornal falando sobre, dando consultoria ou fazendo críticas desse tema. Menos ainda, era fácil participar de eventos de grande porte como a SPFW. Não era qualquer um que tinha direito a sentar na primeira fila e até nas últimas... Hoje, basta ter um blog “movimentadinho” para garantir um passaporte de entrada nesses eventos.

E o que eu quero dizer com “movimentadinho”?Significa ter um bom número de visitas e seguidores. Isso importa muito pelo que tenho notado.

E o que eu quero dizer com “mal sabem o que falam”?É que pelo que percebo, tem vários blogs monitorados por pessoas que simplesmente gostam de usar (ou fingir que usam) grifes e marcas famosas e por isso acham que entendem tudo sobre moda. Gastam o que têm e às vezes o que não têm, pra vestirem as melhores marcas e postarem fotos comprovando o que estão usando. Seguem as tendências à risca e ficam repetindo o que os verdadeiros entendidos falam e escrevem. Tem muita gente assim na blogosfera. E é isso que me deixa triste!

Triste por quê? Porque também tem muita gente estudando e pesquisando muito pra postar coisas legais, mas não são tão enaltecidas quanto aquelas que ficam citando a marca A ou B.
Me pergunto: “para ser reconhecido como blogueiro de moda tem que ter dinheiro (ou fingir que tem) pra usar mil grifes diferentes??” É, creio que não! E tem muita gente por aí provando isso. Gente que tem atitude e opinião, que usa um espaço para ilustrar, criar e contribuir (e muito) para o mundo fashion. Esses me dão orgulho de blogar!

Então, é essa a minha intenção quando comecei a levar meu cantinho para essa nova fase que estou com ele agora. Não quero só escrever sobre moda, o que todo mundo sabe ou pode encontrar em vários blogs, sites, revistas... Quero trazer aqui aquelas marcas que eu assim como muitas, sonho usar e também aqueles produtos que mesmo ainda não sendo daquela marca top que todo mundo conhece, não deixam de ser MUITO BONS e acessíveis a qualquer bolso.
Quero compartilhar com vocês, minhas experiências malucas catando o que tenho no guarda-roupa e fazendo milagre com essas peças, usando a criatividade que Deus me deu. Ajudar quem ainda não tem muita prática nisso, mas morre de vontade de inovar e inventar moda. É isso que quero fazer aqui.

Claro, não serei hipócrita dizendo que nunca farei e que não faço nada disso que comentei aí em cima. Não sou desse tipo, mas quero deixar claro que essa não é a única intenção do blog. Até porque, pra quem não leu a aba sobre o blog, também usarei esse espaço para publicar e divulgar meu trabalho como designer e ilustradora de moda.

Ah e mais, sei que vai ter gente que vai dizer “ah mas ela ta com dor de cotovelo..” Quer saber? Tô sim, mas não é só por mim. É por todas as moças (e moços) que assim como eu, sonham e se dedicam muito para um dia viver de moda MESMO e integrar com louvor a primeira fila não só da SPFW, mas também de várias outras semanas de moda e quiçá participar delas. Pois até hoje o mais perto disso que cheguei, foi tirar uma foto e trocar algumas palavras com o Paulo Borges (figura importante no "mundinho" fashion que talvez muitos nem saibam de quem se trata) o que me deixou vários dias em êxtase!

Meu momento "tiete" com Paulo Borges/2008

Pode ser um desabafo, pode ser reclamação... Mas este espaço é "meu" e posso colocar aqui minha opinião sobre tudo aquilo que eu achar necessário. Espero não ofender ninguém pois não foi pra isso que escrevi.
Alguns concordarão, alguns discordarão e é isso mesmo... Cada um com seu ponto de vista e viva o livre arbítrio!

4 comentários